skip to Main Content

Smart Solutions for Smart Grids

A cada três anos a planta industrial de Polietileno da Braskem em Cubatão interrompe suas atividades para inspeção e manutenção geral de suas instalações. São vistoriadas máquinas e estruturas, além das condições do sistema elétrico que recebe atenção especial com atividades específicas, principalmente na subestação de energia.

Devido à energia elétrica se tratar de um insumo fundamental para a produção fabril, é necessário que todos os ativos da subestação estejam em perfeito estado de funcionamento. Assim, cada detalhe do sistema é verificado, como os equipamentos de manobra (disjuntores e seccionadores), os isoladores (TCs e TPs) e, em destaque, o transformador de energia.

A subestação da planta de Cubatão possui apenas um transformador, de 88 kV / 13,8 kV de 20 MVA, que não pode apresentar nenhuma inconsistência, pois pode representar grandes prejuízos à empresa. A unidade produz Polietileno de Baixa Densidade (PEBD) e sua produção chega a 140 toneladas por ano do material.

A ação da equipe técnica e de manutenção da empresa visa manter a segurança dos colaboradores, alcançar o maior desempenho dos ativos além de obter o fornecimento ininterrupto de eletricidade para atender ao constante crescimento produtivo.

RGL_7643

Modernização do sistema da unidade de Cubatão da Braskem

Em março de 2011, durante a parada da planta para os processos de manutenção, a unidade da Braskem de Cubatão, em parceria com a Treetech Sistemas Digitais, realizou a modernização do sistema de proteção térmica de um transformador e implementou o sistema de monitoração on-line para gestão completa do equipamento.

Por iniciativa do Engenheiro de Confiabilidade, João Luiz G. Neto, interessado em garantir o fornecimento elétrico à planta, buscou-se uma solução a fim de melhorar a qualidade do próprio sistema (com o aumento da confiabilidade de operação do ativo) e tornar o trabalho de manutenção mais assertivo e inteligente.

O projeto constituiu-se na utilização de um conjunto de IEDs (sensores inteligentes) para o monitoramento das variáveis do transformador, com suporte do software especialista Sigma para diagnósticos e prognósticos em tempo real. Com essas ferramentas, a equipe de manutenção obtém informações confiáveis para auxiliar na tomada de decisão.

O sistema arquitetado contempla o monitoramento completo das buchas capacitivas, remoção e substituição dos termômetros analógicos antigos pelo monitor de temperatura digital, regulação de tensão automática e monitoração do comutador sobre carga, além do acompanhamento on-line do gás (H2) e umidade dissolvidos no óleo isolante.

SE da planta de Polietileno da Braskem de Cubatão

 

lg-sigma4net-azulEstes equipamentos estão interligados e enviam informações (medições) a um Data Center localizado na sala de comando da subestação. Estas informações serão acessadas pela equipe Braskem remotamente, por meio do software de monitoramento e gestão de ativos Sigma4net™ (disponível para os computadores interligados na rede corporativa da empresa).

“Podemos acompanhar todas as medições realizadas no transformador principal do computador, além de visualizar de forma rápida os diagnósticos e prognósticos oferecidos pelo software. O sistema também nos auxilia na melhor manutenção da máquina, nas consultas rápidas aos gráficos e nas tendências em torno da operação delas”, afirma o Eng. João Luiz Gonçalves Neto, responsável pela implementação e operação do novo sistema.

A partir de agora, toda a equipe de manutenção terá à disposição as mesmas informações, dessa forma, conseguirá acompanhar o desempenho do transformador e, assim, elaborar planos eficientes para manutenção do mesmo. Já durante a instalação houve uma grande interação com o novo sistema, conforme nos aponta o próprio João, “a equipe Treetech tem nos apoiado com todas as informações que precisamos para aproveitar a máxima eficiência do sistema. Nossa experiência aliada ao suporte Treetech nos colocará na vanguarda da manutenção preditiva em subestações de energia.”
sensores

“Por se tratar de um equipamento fundamental para a continuidade da produção aqui na Braskem, foi muito importante a instalação do sistema de monitoramento, o que demonstra a preocupação e o cuidado com o equipamento. Toda a equipe está consciente de que a nova ferramenta auxiliará tanto para ações de manutenção, quanto para determinar novos investimentos, baseados no estado de funcionamento deste transformador”, ressalta José Moitinho, engenheiro de aplicação da Treetech.

As vantagens não se resumem, então, em prover ações corretivas ou preventivas para manter o funcionamento do transformador; com a utilização do sistema de monitoramento, as equipes de manutenção e operação poderão indicar à área financeira e de planejamento quando será necessária a substituição ou aquisição de novos equipamentos para suprir a crescente demanda da planta.

RGL_7668
Com a utilização do Sigma, a unidade da Braskem em Cubatão poderá realizar:

  • Diagnóstico on-line do estado do transformador;
  • Visualização de alarmes e alertas e agir segundo normas e procedimento aplicáveis às condições de operação normais e contingenciais;
  • Ações de manutenção, operação e planejamento;
  • Padronização das ações e da comunicação na área de manutenção;
  • Identificação de oportunidades de otimização da eficiência dos ativos;
  • Gestão efetiva da manutenção por meio de relatórios periódicos de desempenho e do estado dos ativos.

Abaixo, a relação de equipamentos e soluções que integram o transformador TR1 (20 MVA) de 88 kV da SE Braskem em Cubatão:

  1. TM1 – Monitor de Temperatura
  2. BM (Monitor de Buchas) para AT
  3. AVR – Relé Regulador de Tensão
  4. IDM – Monitor do Torque do Comutador
  5. GMP – Monitor de Gás e Umidade
  6. Software Sigma4net™
  7. Treinamento completo de utilização e funcionamento do sistema.
Back To Top