skip to Main Content

Smart Solutions for Smart Grids

trafo-sigma-alumarA Alumar – Consórcio de Alumínio do Maranhão – é um dos maiores complexos de produção de alumínio e alumínia do mundo e um dos maiores consumidores eletrointensivos da América Latina, com consumo médio mensal de 460 GWh.

Com sede em São Luís, no Maranhão, é formado pelas empresas Alcoa, Rio Tinto, Alcan e BHP Billiton. Iniciou suas atividades em 1984 e atualmente responde por cerca de 1% das exportações brasileiras.

O complexo industrial da Alumar é composto por porto, refinaria (para transformação da bauxita em alumínia) e unidade de redução (para transformação da alumínia em alumínio metálico). Seus principais insumos são bauxita e energia elétrica.

Energia elétrica

monit-alumarA Alumar é atendida pela Eletronorte. Conecta-se à rede básica por meio da subestação de São Luis II, da qual saem duas linhas de transmissão de 230 kV (quilovolts) independentes entre si e que se conectam a duas subestações da Alumar, onde a tensão é rebaixada para os níveis de distribuição (13,8 kV e 34,5 kV). Uma dessas subestações abastece a refinaria, que tem demanda média de 32 MVA (megavolt ampère). Outra atende a unidade de redução, com demanda média de 650 MVA. A Alumar tem potência instalada de 1700 MVA.

Uma eventual interrupção intempestiva e prolongada no suprimento de energia elétrica na unidade de redução provoca, além das perdas de produção, danos irreversíveis às cubas de fundição, devido à solidificação do alumínio nos revestimentos refratários. Isto caracteriza o suprimento de energia de alta disponibilidade.

Para atender aos critérios de disponibilidade, a Alumar ampliou a subestação de redução e, entre outros equipamentos, instalou um transformador especial fornecido pela Asea Brown Bovery (ABB). Este projeto especial  foi utilizado para integrar o transformador regulador e o transformador abaixador, o que deu origem a uma única unidade com potência de 343 MVA, destinada a rebaixar a tensão de 230 kV para 34,5 kV.

Fornecimento Treetech

O departamento de subestações da ABB escolheu a Treetech para fornecer a solução completa de comando, supervisão, sensoriamento e monitoramento on-line do transformador, utilizando o software especialista Sigma. Abaixo, a relação de equipamentos e soluções instalados:

Sensores IEDs

Instalados no transformador e na sala de controle

  • Monitores de temperatura TM1 e TM2 (temperatura de óleo e enrolamentos);
  • Indicadores de posição PI para controle e supervisão dos dois comutadores;
  • Módulos de aquisição de dados e controle DM1 para monitoramento remoto do estado dos contatos.

Sigma

Software de Monitoramento

  • Acesso seguro via browser comercial;
  • Visualização on-line;
  • Banco de dados, relatórios gráficos e em tabelas;
  • Digitalização das principais medições dos sensores instalados no transformador;
  • Módulo de Manutenção da Refrigeração;
  • Módulo de Gradiente Final para previsão de temperaturas futuras;
  • Módulo de Manutenção do OLTC;
  • Sistema de indicação de alarmes;
  • Outras funções de TI.

Serviços

Comissionamento

  • Instalação e configuração do servidor;
  • Instalação e configuração do software;
  • Plano de inspeção e testes durante a implementação do sistema;
  • Treinamento de operação e manutenção do software para os operadores da subestação.

Destaques do projeto

  • monit-painelPrimeiro sistema de monitoramento para transformadores instalado no Brasil e em operação plena desde 2000.
  • O módulo do comutador sob carga indicou falha na operação em um dos comutadores sob carga. Os reparos foram realizados pelo fabricante por meio de um técnico enviado da Europa.
  • Em janeiro de 2005, após 5 anos de pleno funcionamento, a Treetech atualizou o Sigma, oferecendo um design moderno e maior número de recursos, como novos relatórios e gráficos. Esta iniciativa tornou o sistema mais intuitivo e interativo, em benefício do usuário.
Back To Top