skip to Main Content

Smart Solutions for Smart Grids

Timeline-01

O ano era 2003, e a Treetech inovava mais uma vez ao lançar o Monitor de Buchas BM. Catorze anos se passaram e o sensor conquistou o mundo, sendo adotado por empresas de energia de todos os continentes, alcançando reconhecimento entre os especialistas, e atingindo, em 2017, a expressiva marca de 3000 buchas monitoradas. O sucesso e a consolidação do BM estão pavimentadas em um longo caminho de vitórias, que será contado em uma série especial aqui no site, nas próximas semanas.

Em seu “currículo”, o Monitor de Buchas da Treetech apresenta fatos marcantes que comprovaram sua eficácia e evitaram grandes prejuízos e apagões, em alguns casos. Tais resultados foram observados no Brasil, algumas vezes, e nos Estados Unidos.

O BM também se destaca por fazer parte de grandes projetos, como na linha de transmissão do Rio Madeira, responsável por conectar as usinas hidrelétricas de Jirau e Santo Antônio, no norte do país, com a região sudeste, maior consumidora de energia elétrica do Brasil. Com aproximadamente 2.400 km, esta é a maior linha de transmissão do mundo.

Além da excelência em campo, o BM se tornou uma referência teórica quando o assunto é monitoração de buchas capacitivas. Vários artigos sobre o tema já foram apresentados nas mais importantes feiras do setor elétrico do Brasil. Em 2012, a Treetech foi escolhida para apresentar um artigo sobre monitoramento de buchas em Paris, no principal evento do CIGRÉ.

O ineditismo da solução Treetech é atestado por meio de duas patentes concedidas pelos Estados Unidos, sendo uma para o sensor, e outra para aperfeiçoamentos realizados após o lançamento.

MONITOR ONLINE DE BUCHAS

O IED monitora de forma contínua a tangente delta, capacitância e correntes de fuga nas buchas, TCs e TPs dos transformadores de potência. Instalado em mais de 800 buchas por todo o mundo, o IED dá o diagnóstico completo do estado da isolação desses equipamentos. Assim, falhas potencialmente catastróficas podem ser evitadas, com os problemas sendo detectados em fase ainda incipiente.BM frontal_logo novo

A figura ao lado representa as três partes do BM (clique na imagem e saiba mais sobre o produto):

  • o adaptador de tap garante a conexão elétrica entre o tap da bucha e o IED, contando com vedação contra intempéries e proteções contra sobretensões e sobrecorrentes, além de preservar o tap contra a possibilidade de abertura acidental do circuito de medição;
  • o módulo de medição BM-MM recebe as correntes de fuga de até três buchas de um mesmo conjunto trifásico e efetua as medições dessas correntes, bem como seu processamento matemático e estatístico.
  • o módulo de interface BM-HMI recebe as informações do módulo de medição e as disponibiliza em seu display frontal. Além disso, possui saídas analógicas, contatos de alarme e portas de comunicação serial disponíveis para o usuário.
Back To Top