skip to Main Content

Smart Solutions for Smart Grids

Cidadeolimpica Prefeitura Rio De Janeiro

Além da SE Olímpica, que foi construída especificamente para a realização das Olímpiadas, toda a rede de distribuição de energia elétrica do Rio de Janeiro foi modernizada, atendendo exigências do COI, para evitar falhas e facilitar remanejamentos, se algum problema ocorrer. Entre as subestações que passaram por esta reestruturação, duas também contarão com tecnologia Treetech para o monitoramento dos ativos: a SE Leme e a SE Itapeba.

Na SE Leme são dois transformadores com potência de 40 MVA monitorados pelo Sigma4net, que recebe dados do Monitor de Temperatura – TM1, do Relé Regulador de Tensão – AVR e do Monitor de Buchas – BM.

Já em Itapeba, que conta com três transformadores com potência de 40 MVA, a Treetech monitora também a presença de Hidrogênio no óleo isolante com o GMP.

abertura-robertocastro-brasil2016.gov.br

A cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Foto: Roberto Castro/Brasil2016.gov.br

Benefícios para todos e legado para os cariocas

Este sistema de monitoramento permite que a nossa empresa supervisione em tempo real a condição dos transformadores de potência da SE Olímpica e do sistema de transmissão da Light. Isso é muito importante, uma vez que estamos diante do maior evento esportivo do planeta e temos que diminuir ao máximo os riscos de uma falha de fornecimento. A tecnologia dos sensores Treetech permite o monitoramento preditivo, assim, possíveis falhas são detectadas antes mesmo de se tornarem um problema e abre caminho para agirmos preventivamente com rapidez na correção”, declarou Márcio Ridolfi, superintendente técnico de Alta Tensão da Light.

Acostumada a grandes projetos, a Treetech comemora a chance de participar de um evento de tal magnitude, colaborando para a eficácia da distribuição energética durante as competições.

“A Treetech orgulha-se de colaborar com um projeto tão importante para o Rio de Janeiro, em que o sistema elétrico da cidade será tão requisitado. Entendemos que a união da competência técnica da Light e da tecnologia de ponta no monitoramento de ativos elétricos da Treetech é uma combinação perfeita para a eficácia do planejamento energético dos Jogos Olímpicos”, afirmou o engenheiro Ademir Alves, responsável pelas tratativas entre as duas empresas desde 2013, quando o projeto ainda estava no papel.

Reconhecida mundialmente por sua tecnologia pioneira em sensores e sistemas para o monitoramento de ativos elétricos, a Treetech, empresa sediada em Atibaia-SP, está presente em mais de 50 países, com mais de 80.000 produtos vendidos em todos os continentes

cidadeolimpica_prefeitura_rio_de_janeiro

Todo o sistema de distribuição de energia elétrica do Rio de Janeiro – assim como vários pontos turísticos – foi renovado. Foto: Prefeitura do Rio de Janeiro.

Back To Top